Revista Teologia Brasileira - Edição atual

NÚMERO 59, ANO 2017
Nesta edição da revista Teologia Brasileira, publicamos uma entrevista realizada por Tiago Abdalla Neto com o especialista em arqueologia Matthieu Richelle, autor da obra “A Bíblia e a Arqueologia”. Richelle fala sobre seu livro, explicando o papel da arqueologia para a Teologia, bem como comenta sobre descobertas arqueológicas atuais.

Clóvis Gonçalves retorna à revista apresentando uma resenha da obra “Eleição Condicional”, de Thiago Titillo. Clóvis comenta o todo da obra e destaca que o autor, embora discorde da posição calvinista de eleição, é respeitoso em relação a ela.

A discussão sobre a influência do poder religioso sobre a comunidade política faz parte da história e está incrustrada em um passado tão remoto, que compõe a experiência de vida da humanidade. Pensando nisto, Valmir Milomem Santos dedica-se a investigar em seu artigo a participação política dos evangélicos no Brasil.

Thomas Magnum, por sua vez, discute a importância da antropologia na conceituação política e na formação da ideologia, tomando como herança o que está registrado no Novo Testamento e também foi defendido por Agostinho, Calvino, Lutero, Bucer, Knox, Beza, os puritanos e também descrito nos símbolos de fé das igrejas reformadas a respeito na criação, queda e redenção da humanidade.

No vídeo desta edição, o pastor Franklin Ferreira nos apresenta um estudo rico e minucioso sobre a hermenêutica puritana das Sagradas Escrituras. Podemos verificar que os puritanos eram homens devotos a Deus com grande paixão à sua Palavra e que o alvo de suas pregações era sempre o de apresentar Cristo e guiar a comunidade da fé, criando crentes maduros na vida cristã.

Boa leitura!
  • ARTIGOS