Revista Teologia Brasileira - Edição atual

NÚMERO 56, ANO 2016
Esta edição especial da revista Teologia Brasileira homenageia nosso fundador e presidente emérito, Dr. Russell Phillip Shedd, que descansou no Senhor na madrugada do dia 26/11.

Juntamente com a igreja brasileira, lamentamos profundamente a perda deste servo valoroso, que deixará uma lacuna irreparável. Ainda assim, alegramo-nos no Senhor por saber que ele, tal como o apóstolo Paulo, combateu o bom combate, terminou a carreira, guardou a fé e tem reservada para si a coroa da justiça.

Fiel mensageiro da Palavra, Dr. Shedd foi incansável em seu ministério, tendo percorrido todo o Brasil como conferencista e professor, pregando e palestrando em congressos, igrejas, seminários e faculdades de Teologia. Foi exemplo extraordinário de uma vida de amor à Palavra. A literatura e o ensino teológicos no Brasil devem muito à incansável, inspiradora e comovente dedicação desse grande servo de Deus.

Nesta edição oferecemos um ensaio do missionário Curtis Kregness, tratando da vida e obra de Russell Shedd. O texto foi publicado anteriormente na festschrift intitulada "Chamado para Servir: ensaios em homenagem a Russell P. Shedd" (ed. Alan Pieratt), que Edições Vida Nova lançou em 1994, mas publicada nesta revista com acréscimos.

Republicamos o discurso de Dr. Shedd proferido na ocasião da comemoração do jubileu de ouro de Edições Vida Nova, em setembro de 2012, o qual é introduzido por uma breve história do início da editora e em seguida ele expõe as premissas e implicações que o amor e o compromisso à Palavra de Deus trazem para a Vida Nova.

Sendo o Deus que se revela na Escritura o interesse primordial de Dr. Shedd, também compartilhamos com os leitores o ensaio “O culto e a adoração que Deus almeja” publicado originalmente em 1987.

Por fim, apresentamos o que foi a última palestra pública proferida por Dr. Shedd, que ocorreu em sua casa num café oferecido aos homens da Igreja Batista Jardim Consórcio-SP, em 8 de outubro do corrente ano. É uma tocante reflexão em 1Coríntios 3.1-17.

O vídeo desta edição traz um momento especial do Dr. Russell Shedd no Congresso Vida Nova 2016. No dia 18 de março, ele conduziu o último momento devocional do Congresso e apresentou uma breve mensagem sobre a parábola do filho pródigo, mostrando o contraste entre um coração arrependido e uma postura farisaica.

É apropriado terminarmos este editorial com as palavras de Richard J. Sturz Jr., presidente da diretoria de Edições Vida Nova:

“Como julgar o impacto de uma vida? Que fórmula aplicaremos para contabilizar o  valor acumulado de nossa existência? Não possuo esta sabedoria, que julgo caber unicamente ao soberano Criador e Salvador de nossas almas. A nós resta celebrar a graça divina que nos concedeu o privilégio de servi-Lo. Ao longo de toda a vida, o Dr. Russell P. Shedd encarnou este espírito de serviço. Servia a Deus com entrega e aos homens com amor e dedicação. Numa era marcada pela escassez de exemplos marcantes, ele se tornou uma referência para os seguidores de Cristo. Sua intimidade com o Salvador guiou sua maneira de ser: humilde, profundo, bondoso. A humildade se fez evidente ao rejeitar a noção de império próprio. A profundidade traía suas longas horas aos pés do Mestre, debruçado sobre as Escrituras em meditação. Sua bondade trazia bem junto consigo, transmitida pelo olhar e ratificada pelo trato carinhoso que dispensava aos que o buscavam. Dentre outras qualidades, estas se mostraram fundamentais ao lançar os alicerces de Edições Vida Nova na década de 1960 e na sua condução hábil em meio as transformações culturais e mercadológicas dos anos 1970 e 1980. Pautada nesta história a editora pôde forjar um caminho até o presente, espelhando ainda os valores que lhe eram inerentes. Como julgar o impacto de sua vida? De começo, na coletividade das histórias registradas nos corações atingidos pelo seu viver. E ao trazer à memória lembranças quase esquecidas, sentimos o aperto da saudade que se mistura e dissipa no consolo do Espírito. Obrigado, Senhor, pela vida do Teu servo que tanto marcou as nossas!”

Encerremos com as palavras do apóstolo Paulo, tema dos estudos de doutorado de Dr. Russell P. Shedd:

“Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre atuantes na obra do Senhor, sabendo que nele o vosso trabalho não é inútil.” (1Co 15.55-58)

Boa leitura!

  • ARTIGOS