Resenhas

Desintoxicação Sexual

Um guia para homens que querem fugir da imoralidade sexual

23/05/2012 13:53:46

5 Comentário(s)

Imprimir artigo

 

Desintoxicação Sexual

Conforme é sabido por todos, estudantes e professores de teologia não estão isentos de problemas na área da imoralidade. Daí a recomendação desse livro numa revista teológica de cunho acadêmico. Embora seu autor não seja conhecido do público brasileiro, a obra vem recomendada por autores que são, como Mark Driscoll, Tedd Tripp, Albert Mohler e John MacArthur. O livro é pequeno (pouco mais de 100 páginas), mas aborda de maneira abrangente o maior problema relacionado com a imoralidade sexual entre os homens, que é o consumo de pornografia. De acordo com seu autor, o alvo do livro não é convencer os seus leitores cristãos de que ver pornografia é errado. Isso todos sabem. Antes, é levá-los a enxergar as consequências danosas do que a pornografia está fazendo em seus corações. Além disto, Challies almeja que seus leitores reconheçam que a corrupção causada no coração pela pornografia só tende a piorar com o tempo (p. 26-27). Assim, o propósito do livro é trazer a “desintoxicação sexual” aos que têm sido infectados pela pornografia (p.27-28). O livro tem seis capítulos, cada um dos quais termina com a seção “Para Refletir”, com perguntas diretas que visam ao estudo do assunto em grupo ou em particular.

No primeiro capítulo (p.15-29), Challies trata da realidade da pornografia e a define como zombadora, violenta, gradativa. Contudo, expressa confiança de que a libertação é possível. No capítulo dois (p. 31-36), ele trata dos efeitos danosos da pornografia no casamento, quando homens casados tentam submeter sua esposa ao tipo de sexo que apreciam na pornografia. No terceiro capítulo (p. 37-48), Challies examina e critica a “teologia da masturbação” defendida por nomes conhecidos, como Dobson, que procuram defini-la como algo natural e normal, e permitida em alguns casos. Ele termina o capítulo com orientações para se lidar com o problema da culpa causada pela masturbação. O capítulo quatro (p. 49-60) versa sobre “as três dádivas do sexo”. De acordo com Challies, há pelo menos três maneiras de o sexo incentivar e afirmar o que é bom, a saber: (1) ele conduz a uma obediência alegre, (2) fortalece a liderança masculina e (3) promove a verdadeira liberdade. No capítulo cinco (p.62-70), o autor trata da “desintoxicação no quarto”. O caminho para tal não é simplesmente uma listinha de coisas que podem ou não podem ser feitas no quarto com a esposa, mas um conjunto de práticas coerentes com o propósito de Deus para o sexo. Challies menciona alguns princípios que deveriam nortear o casal, mostrando, primeiro, o que sexo não é e depois o que o sexo é. O último capítulo (p.71-84) trata da desintoxicação da alma. Aqui, o autor encoraja seus leitores a pararem imediatamente com o pecado de ver pornografia, tendo como apoio e suporte quatro passagens bíblicas pertinentes. E sugere o que chama de “arma secreta”, que é conversar abertamente com seu pastor.

O livro termina com uma relação (muito breve) das fontes citadas, um apêndice onde se narra a história de sua elaboração e mais outro contendo um sermão de Charles Spurgeon intitulado “Conforto aos que são alvo de tentação”. Há alguns pontos fracos no livro, como seu pequeno tamanho para um assunto tão vasto e complicado e a falta de maior exegese bíblica de determinadas passagens, que são simplesmente trazidas para o texto sem uma análise mais demorada. Mas, considerando-se a proposta do livro, ao final o que temos é uma obra escrita por um pastor que demonstra conhecimento do assunto – ele mesmo confessa que já foi viciado em pornografia e agora está liberto – e que tem um compromisso evidente com a Palavra de Deus. É um livro prático, direto, honesto e certamente muito útil.

CHALLIES, Tim. Desintoxicação sexual: um guia para homens que querem fugir da imoralidade sexual. São Paulo: Vida Nova, 2011. 112 p.

 

  • 5 COMENTÁRIO(S)

Alex Serafim | FLORIANÓPOLIS/SC | 24/05/2012 09:32:37
Excelente livro. Muito útil para ministrar palestras com adolescentes e homens maduros. Recomendo.
Daniel Santos | São Paulo/sp | 29/05/2012 16:36:47
Comprei o livro e o devorei...inclusive utilizei em uma pregação para nossos jovens em um acampamento recente!! recomendo!! abs
Carlos Alberto Gomes de Souza | Guaraciaba do Norte/Ce | 11/06/2012 18:59:28
Tendo em vista que a pornografia é o tipo de pecado que bate na porta quase todo homem (e o pastor não estra totalmente imune) este livro do Tim Challies é uma ferramenta importantíssima para aqueles que querem libertar-se ou previnir-se desse pecado de ordem sexual.
A. E. | rio de janeiro/ri | 27/09/2012 14:32:08
Espero que me ajude, pois sou altamente viciado em pornografia e não consigo me livrar disso. Tenho 40 anos sou casado e pai de dois filhos. Amo minha família, mas convivo com esse segredo ha muitos anos. Vou ler esse livro e tentar com todas as forças me libertar disso.
Robson Scofield | Baturite/CE | 12/02/2014 18:35:22
Confesso que esse material é um instrumento de grande relevância para fé crista. Estou no momento estudando sobre os sintomas e cura do pecado e vejo que uma pessoa sem doutrina e uma pessoa confusa, tão logo que assumir uma liderança na Igreja vão acontecer grandes problemas, como vimos hoje Igrejas alternativas.

 

  • DEIXE SEU COMENTÁRIO

[máximo 1000 caracteres]

Você já digitou: 0 caracteres.

 

  • AUTOR

Augustus Nicodemus

Augustus Nicodemus

É paraibano e pastor presbiteriano. É bacharel em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte (Recife), mestre em Novo Testamento pela Universidade Reformada de Potchefstroom (África do Sul) e doutor em Interpretação Bíblica pelo Westminster Theological Seminary (EUA), com estudos no Seminário Reformado de Kampen (Holanda). Foi professor e diretor do Seminário Presbiteriano do Norte (1985-1991), professor de exegese do Seminário JMC em São Paulo, professor de Novo Testamento do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper (1995-2001), pastor da Primeira Igreja Presbiteriana do Recife (1989-1991) e pastor da Igreja Evangélica Suiça de São Paulo (1995-2001). Atualmente é chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie e pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Santo Amaro. É autor de vários livros, entre eles O que você precisa saber sobre batalha espiritual (CEP), O culto espíritual (CEP), A Bíblia e Sua Familia (CEP) e A Bíblia e Seus Intérpretes (CEP). É casado com Minka Schalkwijk e tem quatro filhos Hendrika, Samuel, David e Anna.

 

  • VEJA MAIS ARTIGOS DESTE ARTICULISTA